Hino do Farmacêutico

Hino do Farmacêutico


05/11/2018 10:06

 

LETRA

A cura do homem no passado 
Que por meio de unguentos se dava 
Foi pelo eterno Hipócrates 
Do tempo dos deuses tirada

Da inesgotável fonte de Deus 
O homem de remédios se proveu 
Dos fartos recursos naturais 
Com sabedoria se serviu

Oh, que herança inaudita 
Farmácia, ciência milenar 
De Galeno as antigas boticas 
Vieram a dor do homem minorar 
Ergo os meus olhos bem alto
E contemplo a missão do saber 
Que melhora a vida do homem 
E com prazer o ajuda a viver.

Da grande missão da ciência
Serei sempre um forte aliado
Em busca de conhecimento
Com a ética sempre ao meu lado

Carrego pra sempre em meus ombros 
A intrépida vontade de vencer 
E cultuo no meu coração 
O afã da cura nos trazer

Ouvidoria