Notícias

CRF/SE apoia ação pelo Uso Racional de Medicamentos na feira do bairro Rosa Elze


14/05/2019 14:39

rosa-elze_38579ca1a7315e5182c6af9.jpeg

Na quinta-feira, 9 de maio, o Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) apoiou ação pelo Uso Racional de Medicamentos na feira do bairro Rosa Elze, em São Cristóvão. O evento foi um iniciativa da Liga Acadêmica de Bioquímica Clínica de Sergipe (Libic-SE) e do Centro Acadêmico de Farmácia Cezartina Régis da Universidade Federal de Sergipe (CAFCer – UFS) e contou também com o apoio do Sindicato dos Farmacêuticos de Sergipe (Sindifarma-SE).

Durante a tarde, foram feitas orientações para a população sobre os riscos da automedicação e a importância do farmacêutico, além da realização da medição da glicemia e da aferição da pressão arterial pelos estudantes de Farmácia da Liga. O tamanho das filas para o atendimento não deixa mentir que a iniciativa foi um sucesso e conseguiu atingir a população da região. Lucilene Silva, por exemplo, foi uma das pessoas atendidas. Ela é proprietária da barraca de queijo da feira e conta que essa não é a primeira vez que ações desse tipo acontecem no bairro e que ela já utilizou esses serviços mais de uma vez. “Sempre é bom saber como está a nossa saúde”, comenta após ressaltar que todas as suas medidas estavam dentro dos padrões saudáveis.

Já Eziélio Mendonça Santos é comprador frequente da feira do Rosa Elze e comenta que estava passando pelo local, viu a ação e se interessou em ser atendido. Ele também destaca que considera importante checar sempre se a saúde está em dia: “É importante porque a saúde é uma coisa séria, se você deixar de lado, você pode estar morrendo e nem saber”. Eziélio comenta ainda que, devido ao atendimento, ele pode descobrir que estava com a pressão alta e que agora, com o problema já identificado, ele irá procurar um profissional para tratar do problema.

Aproximação do conhecimento científico com a comunidade

Além de promover a orientação e os serviços para a população, o evento também teve como objetivo aproximar o conhecimento produzido na universidade com a comunidade local. Essa aproximação possibilita, entre outras coisas, o esclarecimento de dúvidas comuns e a promoção da saúde para as pessoas. Segundo Daniela Santos Silva Ferreira, conselheira do CRF/SE e vice-presidente do Sindifarma-SE, a ação demonstrou, por exemplo, “o quanto que a população é carente de informação. Por isso, ressalto a importância de nosso papel na orientação da população evitando assim o mal uso”.

Outro ponto positivo citado pela organização do evento é o fato de mostrar o valor e a importância da universidade para a comunidade. “A gente está vivendo um momento muito difícil dentro da universidade e a gente precisa mostrar o valor dos estudantes e o valor da nossa profissão para a comunidade”, destaca a estudante de Farmácia Letícia Prates, secretária geral do CAFCer. “Então a gente veio para as ruas mesmo, saímos dos muros da universidade, e viemos mostrar o que é que a gente faz”, acrescenta.

Já o professor Lysandro Borges, coordenador da Liga Acadêmica e conselheiro suplente do CRF/SE, reforçou que essa é uma iniciativa que busca também proporcionar uma experiência prática para os alunos. “Através dessa triagem, os alunos conseguem identificar os problemas que os pacientes enfrentam para fazer o tratamento e encaminhar para o profissional responsável, com isso, praticam o conteúdo aprendido em sala de aula”, finaliza.

Durante o mês de maio, o CRF/SE tem apoiado iniciativas que buscam conscientizar a população sobre o uso racional dos medicamentos. Além disso, a instituição também está promovendo a campanha “Saúde não é jogo”, que alerta para os riscos da automedicação e estimula as pessoas a consultarem o seu farmacêutico. As ações realizadas podem ser encontradas no site do Conselho e também nas redes sociais (Instagram e Facebook: @crfse).

Ouvidoria