Notícias

NOVEMBRO AZUL: FARMACÊUTICO EXPLICA IMPORTÂNCIA DA CONSCIENTIZAÇÃO

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima cerca de 65 mil novos casos de câncer de próstata em 2020


06/11/2020 08:15

whatsapp-image-2020-11-05-at-14-15-26_b5dedea8615f70fb3828ed177.jpeg

Sai Outubro Rosa e entra Novembro Azul, mês destinado às ações de conscientização acerca do câncer de próstata. Para falar sobre a atuação do profissional farmacêutico imerso nos processos de tratamentos e no cotidiano de pacientes com a doença, a Assessoria de Comunicação do Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) entrou em contato com Valmir Paes da Costa, farmacêutico assistencial do Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE) e do Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS).


Perguntas usuais como “com que frequência você vai ao médico?”, “você faz exames regularmente?” são importantes para darem espaço ao encorajamento para a realização do exame do Antígeno Prostático Específico (PSA) ou o exame de toque.


“O farmacêutico é um profissional de saúde que pode incentivar pacientes do sexo masculino maior de 40 anos a realizarem os exames necessários, principalmente se tem ou teve algum familiar com câncer”, afirma Valmir. 


Para o farmacêutico, ajudar os pacientes no processo de tratamento de uma doença grave, como o câncer, é desafiador e apaixonante. Valmir atua desde a orientação ao paciente, a manipulação dos quimioterápicos e a dispensação de medicamentos, por isso conta que “no dia a dia orienta de uso de medicamentos, faz reconciliação medicamentosa e tira inúmeras dúvidas quanto ao uso, seja com interações para pacientes, médicos e outros profissionais de saúde”.  


Medidas preventivas

 

Dentre as medidas de prevenção do câncer, o farmacêutico recomenda dispor dos hábitos saudáveis como: a melhoria na boa alimentação, prática de atividades físicas e consulta regular a médicos.


Sobre as terapias alternativas, Valmir cita a massagem e a acupuntura como exemplos que podem auxiliar na saúde emocional dos pacientes acometidas com a doença, mas alerta para a essencialidade do acompanhamento por um profissional de saúde.


O diagnóstico precoce salva vidas!


Segundo estudos na área, as chances de vida de paciente com câncer de próstata são grandes. Quando diagnosticado precocemente esse tipo de câncer tem 90% de chance de cura. Os tipos de tratamento são diversos, são eles: quimioterapia, radioterapia, cirurgia e até mesmo a hormonioterapia. 


Valmir explica que os exames mais comuns e adequados para prevenir o câncer de próstata são o de PSA, ultrassonografia e o exame de toque, e também indica a tomografia, ressonância magnética e Pet-Scan como possibilidades.

Ouvidoria