Notícias

CRF/SE PARTICIPA DA 1ª SEMANA DE INVERNO EM FARMÁCIA CLÍNICA E FARMÁCIA SOCIAL


29/07/2020 15:25

live-elisdete-lepfs_e7f3ccceaacea6cb6a1539.png

Eventos e atividades estão suspensos desde março por conta da pandemia causada pela Covid-19, mas é tempo de reinventar-se, assim como a profissão farmacêutica. A partir desse contexto o Laboratório de Ensino e Pesquisa em Farmácia Social (LEPFS) da Universidade Federal de Sergipe (UFS) promoveu a 1° Semana de Inverno em Farmácia Clínica e Farmácia Social em comemoração aos 13 anos de atividades, que aconteceu entre os dias 22 e 25 de julho, totalmente online e gratuito. 

A programação do evento contou com a participação de profissionais de todo o Brasil e abordou diversas temáticas, discussões sobre o atual cenário e também o pós pandemia. Diretores do Conselho de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) também fizeram parte da comemoração. “Minha felicidade maior é ver o CRF/SE presente nesse momento de discussões importantes sobre a profissão”, conta a secretária-geral do CRF/SE, Elisdete Santos.

 

Debates necessários no âmbito da pandemia


A diretora também foi mediadora da palestra “Novas competências para o novo normal da profissão farmacêutica” com as palestrantes Dra. Giselle Carvalho e Dra. Angelita de Melo, e afirma que o evento serviu para encurtar a distância em tempo de pandemia. “Nas palestras de altíssimos níveis foi trabalhado muitas questões sobre automedicação, Uso Racional de Medicamentos, Telemedicina, Telefarmácia e também a reinvenção do profissional farmacêutico, em relação ao que ele vai fazer e pode fazer no cuidado, e qual seria o novo normal após a pandemia”, destaca.

live-marcos-lepfs_0473e644793e7593fa5bd627c6.png

Com temas relevantes, as palestras realizadas pela 1° Semana de Inverno em Farmácia Clínica e Farmácia Social foram muito importantes, ressalta o presidente do CRF/SE, Marcos Rios, também mediador da palestra “A (re)invenção da dispensação de medicamentos”, que contou com as palestrantes Dra. Chiara Rocha e Dra. Sueza Oliveira.

“Estamos passando por um momento inédito para muitas pessoas e raro na história. Essa ruptura necessitará de mudanças no modo de pensar e agir. Assim, discutir como a Farmácia se comportará é importante. A reinvenção da dispensação é um tema bastante pertinente para o momento, o que valoriza ainda mais o evento promovido pelo LEPFS. O evento, como um todo, foi maravilhoso”, afirma Rios.

 

13 anos auxiliando uma formação mais social


“Parabenizo o LEPFS na pessoa do Prof. Divaldo Lyra Jr. e todos que compõem o laboratório que ainda é minha casa, onde realizo pesquisas e trabalhos científicos. Assim como o GEPFS, e vários outros grupos, como o LECFAR de Lagarto, GREGG de Petrolina, LAGTM de Governador Valadares que participaram e trouxeram discussões ótimas para o evento”, reitera a diretora Elisdete Santos.

Por conta da realização online, as lives do evento foram transmitidas pelo Facebook e YouTube do LEPFS. Para rever basta conferir no canal do Laboratório.

Ouvidoria