Notícias

CRF/SE realiza primeira edição do projeto “Conselheiro por um dia”


28/05/2019 15:09

whatsapp-image-2019-05-27-at-4-10-33-pm_6f1728b097a2a1e86b39.jpeg

Apresentar qual é o papel de um conselheiro e a importância do Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) para os profissionais farmacêuticos e os estudantes de farmácia . Esse foi o objetivo da primeira edição do projeto “Conselheiro por um dia”, proposto pela atual Diretoria do CRF/SE. Conforme explica Fábio Ramalho, diretor-tesoureiro da instituição, a ideia é “aproximar o conselho dos estudantes e dos farmacêuticos e mostrar, com base nas leis e resoluções, qual é a importância do órgão para eles enquanto futuros profissionais e cidadãos”. Fábio acrescenta ainda que a atividade também teve como intuito despertar nos participantes o interesse político para as questões da classe farmacêutica. “A gente espera que eles se interessem em participar do Conselho e possam contribuir e colaborar para o engrandecimento da instituição”, finaliza.

Durante o evento, que teve cunho teórico-prático, os estudantes participantes tiveram contato com as principais legislações que regem a profissão, conheceram como funciona o processo de fiscalização e também tiveram a oportunidade de julgar (de forma simulada) um processo administrativo fiscal. Um dos responsáveis por passar esse conhecimento aos estudantes foi Cristiano Barreto, assessor jurídico do CRF/SE. Para ele, é de extrema necessidade que projetos como esse sejam realizados. “É imprescindível que os estudantes já conheçam durante a faculdade o funcionamento do Conselho de Farmácia, porque esta é a casa que vai recebê-los quando eles estiverem aptos a exercer a profissão”, afirma Cristiano.

Já Antônio Vital, farmacêutico-fiscal do CRF/SE, também reforça a importância da ação. “Muitas vezes, a graduação não fornece ao estudante essa visão mais ampla sobre a legislação farmacêutica e a regulação da classe, então ele acaba só tendo um contato maior quando se forma e vai para o mercado de trabalho. Desse modo, complementar a formação com ações como essa é essencial”, comenta. Vital foi também um dos responsáveis pelas palestras da tarde e acrescenta: “Foi muito gratificante participar desse projeto e ter contato com os participantes. Eles demonstraram bastante interesse na função do CRF/SE para a vida profissional deles”.

Para os estudantes presentes, a opinião é a mesma: o evento foi um sucesso. Letícia Hellen de Jesus Almeida é aluna do 5º período do curso de Farmácia da Faculdade Maurício de Nassau (Uninassau) e conta que sua participação agregou bastante à sua formação. “Eu estou achando o evento muito legal, principalmente porque estou estudando deontologia agora na faculdade. É enriquecedor poder ver como funcionam na prática coisas que a gente só vê na teoria”, ressalta.

Fabíola Andrade da Silva também é estudante da instituição e assim como Letícia reforça a função do projeto para complementar os conhecimentos da graduação. “Está sendo muito enriquecedor. Inclusive, terei uma prova próxima com esse conteúdo, então é bem importante ver os códigos e legislações estudados na prática”, destaca.

Ouvidoria