Notícias

CURSO PREPARATÓRIO PARA A PROVA DE FARMÁCIA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL DA UFS É REALIZADO PELO CRF/SE

Curso lota auditório e é sucesso de público


21/01/2019 17:29

whatsapp-image-2019-01-21-at-5-27-11-pm_29c49e8ab29451f605567a.jpeg

Nas duas últimas semanas, o Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) sediou o “Curso Preparatório para a Prova de Farmácia da Residência Multiprofissional da Universidade Federal de Sergipe”. O evento gratuito durou seis dias e teve como objetivo auxiliar os estudos dos profissionais que pretendem fazer a prova para ingressar na residência, por meio de aulas de revisão e da resolução de questões.

Para o farmacêutico Carlos Adriano Santos Souza, um dos professores do curso e também idealizador, promover evento desse cunho são importantes para o fortalecimento da profissão. Ele explica que “o Conselho Federal de Farmácia incentiva as residências, mas, em âmbito local, é necessário que os Conselhos Regionais promovam ações que possibilitem a inserção dos profissionais nesses locais”. O professor continua ainda: “Queria parabenizar o CRF/SE por disponibilizar isso de maneira gratuita”.

A questão da gratuidade é destacada também por Lincoln Marques Cavalcante Santos. Responsável por ministrar uma parte das aulas do curso, o farmacêutico destaca que o próprio processo seletivo da residência já traz vários custos aos candidatos. “Se for verificar, o processo seletivo é bastante custoso por si só (preço da inscrição, preço para autenticar documentos etc). Então quando o CRF/SE promove um curso gratuito, isso já é grande estímulo”, explica. Lincoln acrescenta ainda que fica feliz de ver a turma cheia: “É bom ver que esses profissionais tiveram a percepção da importância de fazer a residência e de aproveitar essa oportunidade única”. A opinião dele é compartilhada também pela terceira professora do curso, a farmacêutica Viviane Gibara Guimarães, que complementa: “O pessoal está bastante interessado e participativo. Muitos têm questionado, procurado as questões e vejo todos com bastante afinco para fazer essa prova”.

Davi Cravo Teles, estudante do último período do curso de Farmácia da UFS, foi um dos alunos matriculados no curso preparatório e explica: “Eu já venho me preparando para essa prova há um tempo, mas sem dúvida esses seis dias contribuíram bastante para intensificar os meus estudos, principalmente por conta da resolução de questões”. Ele conta ainda: “Foi um espaço muito aberto para tirarmos dúvidas e os professores demonstraram um preparo legal que contribuiu para a fixação dos assuntos”.

Ação pioneira do CRF/SE

Apesar de sempre haver eventos educativos na área da Farmácia, promovidos inclusive pelo próprio Conselho, essa é a primeira vez que é realizado um curso preparatório para uma prova de residência. Sobre isso, Wellington Barros, professor do curso de Farmácia da UFS e vice-coordenador da Comissão de Residência Multiprofissional, reforça: “É importante ressaltar o ineditismo e pioneirismo do CRF/SE. Até onde nós sabemos, essa é uma das primeiras iniciativas desse tipo em Sergipe e talvez em âmbito nacional”. Palestrante durante a aula inaugural do curso preparatório, Wellington conta também: “Me senti bastante contente de poder participar de uma ação assim. Nós temos a residência no nosso estado desde 2010 e o que a gente tem observado é um crescimento do número de vagas para farmacêuticos. No âmbito hospitalar, o mercado tem começado a dar sinais de reconhecimento dessa qualificação e isso tem se refletido no interesse dos farmacêuticos em fazer”.

Já Fábio Ramalho, Diretor Tesoureiro do CRF/SE, reforça o pioneirismo da ação e acrescenta: “A gente espera que o curso tenha agregado na preparação dos inscritos e que faça a diferença na prova que eles vão enfrentar".

A residência multiprofissional

As residências na área da saúde têm como objetivo formar profissionais para o trabalho (principalmente no SUS) através da vivência prática. Elas podem ser realizadas em duas modalidades: uniprofissional ou multiprofissional, que é o caso da que é ofertada para a área de Farmácia na UFS.

Segundo o professor Carlos Adriano, esse segundo tipo acaba sendo mais proveitoso para a prática profissional em si. Como principal vantagem, ele destaca: “Estar dentro de um ambiente de trabalho e poder desenvolver as suas habilidades e competências em um contexto multiprofissional, que é completamente diferente do que as pessoas geralmente estão habituadas”.

Ouvidoria