Notícias

05.05.2018

USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS

Campanha realizada pelo CRF/SE em alusão ao dia 5 de maio é um sucesso e promete trazer bons resultados



Em alusão ao Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos, comemorado neste sábado, 5 de maio, o Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) tem desenvolvido uma série de ações e eventos, os quais buscam conscientizar as pessoas quanto à importância de utilizar os medicamentos corretamente e alertar sobre os perigos de seu uso incorreto. Nesse sentido, estão sendo realizadas palestras, visitas em escolas, entre outras atividades. 

 

A temática escolhida para orientar a campanha deste ano diz respeito à utilização correta de medicamentos voltada ao público infantil e se chama “Medicamento não é brinquedo”. Esse grupo etário foi selecionado devido à sua alta suscetibilidade a intoxicações medicamentosas, por conta de diversos fatores, entre eles a curiosidade presente nessa fase e o armazenamento incorreto por parte dos adultos responsáveis. 

 

O presidente do CRF/SE, Dr. Marcos Rios, faz um balanço inicial da realização da campanha e afirma acreditar que os resultados alcançados até agora tem sido bastante positivos: “Tudo está ocorrendo de acordo com o que planejamos e a campanha tem sido um sucesso”. Além disso, ele também ressalta a importância da abordagem transdisciplinar no que diz respeito à temática do uso correto de medicamentos. “As ações não estão contando apenas com a figura do farmacêutico, estamos também tentando mobilizar médicos e outras categorias da área de saúde. O cuidado não é exclusivamente nosso, é preciso um grupo de profissionais diversos bem qualificados para promover o uso correto de medicamentos e a proteção do paciente pediátrico”, explica. 

 

Abertura oficial do evento

A abertura oficial foi realizada na noite de quinta-feira (3 de maio), no Museu da Gente Sergipana. Para a ocasião, o CRF/SE convidou o farmacêutico pernambucano Flávio Lago, autor do livro infantil “Medicamento não é brinquedo”, o qual deu nome à campanha desse ano. Durante a noite, o convidado autografou edições do livro e também ministrou para os presentes uma palestra sobre o uso de medicamentos para crianças, na qual explicou um pouco do seu livro e do projeto que o originou, além de trazer outros dados e informações sobre essa questão no Brasil. 

 

“Esse livro surgiu de um projeto que eu comecei a desenvolver nas escolas municipais do Recife”, explica Flávio. “Junto com os estudantes de Farmácia, a gente começou a desenvolver de uma forma lúdica apresentações com teatros de fantoches para falar um pouco sobre os riscos e benefícios do uso de medicamentos para as crianças. Esse trabalho foi realizado dentro do Programa Saúde na Escola e é graças a ele que eu tive a ideia para o livro”. 

 

O evento de abertura contou ainda com a presença do Pró-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade Federal de Sergipe, o professor Lucindo José Quintans Júnior; do Diretor Científico da Sociedade de Pediatria de Sergipe, o Dr. Ricardo Queiroz Gurgel; do Presidente do Sindicato dos Farmacêuticos de Sergipe, Dalmare Anderson Bezerra de Oliveira Sá; da Conselheira Federal Eleita, Fátima Aragão; além da Diretoria do CRF/SE. 

 

Ações em escolas públicas

Além da palestra oficial de abertura, foram realizadas também atividades em escolas públicas, também sobre a temática do Uso Racional de Medicamentos. A primeira delas ocorreu na tarde de quarta-feira, 2 de maio, na Escola Municipal João Teles. Na visita, estavam presentes o Diretor Tesoureiro do CRF/SE, Fábio Ramalho, e o farmacêutico Felipe Pimentel, que conversou com os alunos sobre diversos temas relacionados ao uso dos medicamentos. Para Felipe, “essas ações são de extrema necessidade para mostrar a importância do profissional farmacêutico junto à sociedade. Nos dias de hoje, o uso de medicamentos está bastante difundido e a maior parte das pessoas tem acesso a eles, podendo utilizar de forma incorreta. Então, é importante trazer o farmacêutico para mostrar o seu papel como orientador no uso correto desses medicamentos”. 

 

Irene Alves Ramos, professora de Geografia nessa escola há 16 anos, diz que apesar das dificuldades de se conversar com esse público mais novo, a atividade teve um resultado bastante positivo. “A palestra de hoje foi de fundamental importância”, afirma. “A gente tem um mau hábito muito grande de realizar a automedicação, então trazer esse tema à tona é necessário para melhorar essa situação”, conclui. 

 

A outra escola que foi visitada pela campanha foi a Escola Estadual Armindo Guaraná, no bairro Rosa Elze. Na manhã de quinta-feira, 3 de maio, o farmacêutico Flávio Lago ministrou uma palestra para os crianças, na qual também falou um pouco do seu livro e da importância do uso correto de medicamentos pelas crianças. A visita tratou-se de uma articulação entre o CRF/SE e o Centro Acadêmico do Curso de Farmácia da Universidade Federal de Sergipe. 

 

Elisdete Santos, Secretária-Geral do CRF/SE, foi a responsável por organizar várias das ações da campanha desse ano e afirma que está feliz com as atividades já realizadas. “A receptividade do público tem sido muito boa”, ressalta. “Pudemos perceber isso tanto por parte das escolas, que nos receberam muito bem, quanto por parte dos farmacêuticos, que também se fizeram presentes nas ações. Até o momento, estou bem satisfeita com os resultados que já alcançamos”.







Copyright © 2018
Direitos Reservados