Notícias

11.04.2018

I CURSO DE FORMAÇÃO BÁSICA PARA COMISSÃO DE TOMADA DE CONTAS É REALIZADO PELO CRF/SE



Com o objetivo de preparar a Comissão de Tomada de Contas e os Conselheiros para a avaliação das contas e gastos da instituição, o Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) promoveu o I Curso de Formação Básica para Comissão de Tomada de Contas. O curso aconteceu na tarde dessa segunda-feira (9) e contou com a participação de Conselheiros e funcionários do CRF/SE.

 

A fala de abertura da atividade foi realizada pela contadora do CRF/SE, Neide de Souza, que apresentou a parte mais contábil do processo e a importância da Comissão de Tomada de Contas e suas obrigações. Para ela, o resultado do curso foi positivo para os participantes. “Eu acho que foi um aprendizado para todo mundo. Esclarecer e orientar os Conselheiros e, principalmente, a Comissão de Tomada de Contas era uma necessidade que existia”, ressaltou Neide. “Senti que as pessoas ficaram satisfeitas e acho que vai ajudar na análise dos processos. Apesar do medo, devido ao nível de responsabilidades, senti que todos saíram de lá com vontade de acertar”, complementa. Jackson Lima, auxiliar administrativo do CRF/SE, também estava presente e concorda com Neide no que diz respeito aos benefícios do curso e seus resultados. “Foi muito bom, porque trouxe orientações de como devem ser os procedimentos, além de experiências que irão ajudar a nova Comissão de Tomada de Contas”, disse. 

 

O curso contou ainda com a participação do farmacêutico Marcos Guilherme, ex-presidente da Comissão de Tomada de Contas. Durante a apresentação, ele concentrou a atenção na parte prática da atividade, na qual mostrou diversos processos, explicando os aspectos mais importantes a serem levados em conta durante a análise. “Nós temos atualmente uma nova gestão no CRF/SE e consequentemente, os novos precisam ser treinados. Existe uma Comissão de Tomada de Contas que analisa trimestralmente as contas da gestão, então se faz pertinente esse tipo de curso, para que os membros dessa comissão (e também os gestores) possam cumprir à risca a legislação vigente no país e para que não se caia em erros corriqueiros que gerem improbidades administrativas”, explicou Marcos. 

 

A realização do curso foi uma iniciativa da atual gestão do CRF/SE e surgiu devido à necessidade dos farmacêuticos Conselheiros de conhecer alguns aspectos mais técnicos dos processos da instituição. Fábio Ramalho, Diretor Tesoureiro do Conselho, avalia a importância da sua realização e explica: “Esse é um momento rico e de construção, principalmente para os que vão participar da Comissão de Tomada de Contas, pois alguns nunca tiveram uma experiência como essa. Destaco também que a intenção é que os demais conselheiros tenham propriedade para analisar os processos quando desejarem pedir vistas. Sendo assim, eles poderão analisar as contas de forma mais embasada e contribuir cada vez mais para uma melhor gestão do nosso Conselho”.







Copyright © 2018
Direitos Reservados