Notícias

27.12.2017

EXPERIÊNCIAS EXITOSAS: CRF/SE ENTREGA PLACA AOS FARMACÊUTICOS SELECIONADOS



Na última quarta-feira (20/12), o Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) entregou as placas de parabenização e os certificados aos farmacêuticos sergipanos que tiveram seus trabalhos selecionados pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF) como Experiências Exitosas de Farmacêuticos no SUS. Foram dois trabalhos selecionados no estado.

 

O trabalho “Tecendo Saberes sobre Plantas Medicinais: o resgate, a permanência e a construção do conhecimento popular na atenção básica do município de Aracaju” teve como foco a fitoterapia como prática de cuidado na atenção básica ao paciente do SUS. Segundo a professora Dra. Francilene Amaral da Silva, o trabalho foi desenvolvido em quatro unidades piloto no município de Acaraju e mais um Centro de Atendimento Psicossocial (CASP), pactuando nessas unidades e nesse CAPS com os profissionais de saúde a questão da formação.

 

“A gente trabalhou com as equipes de saúde, porque há muita mística envolvendo a questão das plantas medicinais. Acredita-se que não existe evidência para o uso e isso gera uma certa resistência nos profissionais. Mas como o usuário, por conta da tradicionalidade, é adepto e faz uso, é extremamente importante que o profissional de saúde saiba desse uso para que ele saiba orientar adequadamente”, afirma Francilene.

 

Para o farmacêutico Fernando Henrique Oliveira de Almeida, também membro da equipe, é uma satisfação trabalhar algo que ainda recebe preconceito dentro da Academia, por conta da falta de conhecimento e da desvalorização do saber popular. “A gente vê que a comunidade está sendo respaldada hoje com esse trabalho, que não é um ganho só nosso. É um ganho, também, para o pessoal da comunidade que atuou junto com a gente no fortalecimento e na implementação da fitoterapia nas Unidades Básicas de Aracaju. Acho que todos saem ganhando hoje”, comenta Fernando.

 

O outro trabalho exaltado foi o intitulado “Cuidados farmacêuticos e farmácias populares do estado de Sergipe: resultados alcançados”, que consistiu em serviços de cuidados farmacêuticos, em que o paciente recebia o medicamento necessário e passava por uma triagem, recebendo orientações farmacêuticas nas farmácias populares. “Pacientes que usavam cinco ou mais medicamentos também poderiam tê-los organizados em horários, com a dosagem adequada ao seu uso, o que muitos não tinham conhecimento”, esclarece Dayanne Santana dos Santos, uma das farmacêuticas autoras do projeto.

 

Dayanne ainda explica que o projeto não é mais realizado, por conta do fechamento das farmácias populares, que aconteceram neste ano. “Para todos os farmacêuticos que fizeram parte da Farmácia Popular do estado de Sergipe, foi um reconhecimento muito grande, porque foi um trabalho construído por vários farmacêuticos que passaram pelas quatro farmácias populares, geridas pela Fundação Estadual de Saúde”, reconhece a farmacêutica, contente por ter um trabalho feito a nível estadual alcançando o reconhecimento nacional.







Copyright © 2018
Direitos Reservados